quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Nova linha de pesquisa do PEJ: cristianismo primitivo, patrística e gnosticismo

Fiquei sumido durante um tempo, mas é porque estava viajando. Agora que já está tudo normal, vou voltar a postar no blog com certa regularidade. Mesmo não recebendo muitos comentários por aqui, sei que tem gente que acompanha e lê meus posts, por isso vou continuar escrevendo regularmente. Mas repito que ficaria muito contente em receber comentários e perguntas das pessoas que passam por aqui.
Hoje vou falar um pouco da nova linha de pesquisa do PEJ, criada há pouco tempo. Trata-se de uma subdivisão que terá por objeto o cristianismo primitivo, patristica e gnosticismo. Eu, Vicente, Fabrício e alguns outros membros do PEJ percebemos que era hora de abrir essa nova linha de pesquisa, devido ao considerável número de pessoas no grupo interessadas em cristianismo primitivo e áreas afins. Eu terei o prazer - e desafio - de coordenar essa nova linha de pesquisa.
Por enquanto, a idéia é seguir um plano de leitura básica sobre o cristianismo primitivo; um plano de leitura que tem por objetivo conhecer e discutir os principais temas relativos ao estudo do assunto em questão. Tenho certeza que essa nova linha de pesquisa vai ajudar muito no desenvolvimento do PEJ, mesmo para aqueles que participarão apenas tendo em vista uma formação complementar, pois continuarão fazendo parte também da linha de sincretismo.
Quem quiser saber mais sobre a nova linha de pesquisa pode procurar informações na página do PEJ ou entrar em contato comigo ou com o Vicente.

2 comentários:

Mediador disse...

Ola Júlio...

O comentário não é em relação ao escrito no posto, mas genérico.
Comecei a acompanhar teus escritos com entusiasmo, pois sou também um apaixonado pelo tema.
Conheci você no Orkut, conseqüentemente cheguei a seu blog.
Um abraço e sucesso. Que Deus te abençõe.
Tiago Lacerda

Julio Cesar Chaves disse...

Olá, Tiago.
Seja bem vindo ao blog.
Como disse anteriormente, muito bom saber que tem gente acompanhando e lendo o que eu escrevo. É um estímulo para continuar postando aqui.

Grande abraço!