quarta-feira, 12 de março de 2008

Judas e Rauzito

Resolvi atualizar o blog essa semana com algo inusitado e que aparentemente foge da proposta inicial. É uma música do Raul Seixas, cuja letra foi composta por ele próprio e pelo Paulo Coelho, lançada em 1978 no álbum Mata Virgem. O nome da música é "Judas". Bom, agora muitos já devem estar desconfiando porque eu postei algo sobre essa música aqui...
Segue a letra:

Judas

Parte de um plano secreto
amigo fiel de Jesus
eu fui escolhido por ele
para pregá-lo na cruz
Cristo morreu como um homem
um mártir da salvação
deixando para mim seu amigo
o sinal da traição.
-= REFRÃO =-
Mais é que lá em cima
lá na beira da piscina,
olhando simples mortais
das alturas fazem escrituras
e não me perguntam se é pouco ou demais (2x)
Se eu não tivesse traído
morreria cercado de luz
e o mundo hoje então não teria
a marca sagrada da cruz
e para provar que me amava
pediu outro gesto de amor
pediu que o traísse com um beijo
que minha boca então marcou.
-= REFRÃO =-

O que eu acho interessante sobre essa música é que ela foi lançada em 1978, o provável ano da descoberta do manuscrito do Evangelho de Judas. E além do mais, a música tenta passar a idéia de um Judas herói, “amigo fiel de Jesus”, alguém que só traiu o Senhor porque era necessário, pois sem traição não haveria Paixão, morte e ressurreição, e consequentemente, Salvação. Pois é, para aqueles que se lembram, foi mais ou menos essa a idéia que a National Geographic e os editores do Evangelho de Judas por ela contratados tentaram passar do texto em questão. Com certeza a National Geographic vendeu muitos livros e ganhou muito dinheiro; mas, sendo curto e grosso, a interpretação do Evangelho de Judas proposta pela National Geographic é falsa! Um colega meu usou até a expressão “fraude intelectual"!....
Para quem quiser saber mais sobre o assunto, sugiro que leia os artigos do professor Painchaud já citados nesse blog. E claro, aproveito para vender o peixe do livro que Vicente e eu estamos organizando; livro que conterá um artigo sobre o Evangelho de Judas, por isso não entrarei em mais detalhes.
Mas enfim, a música é interessante e foi lançada no mesmo ano em que o Evangelho de Judas foi descoberto, uma grande coincidência. Sim, COINCIDÊNCIA, nada mais do que isso; é obvio que Rauzito e Paulo Coelho não conheciam o Evangelho de Judas, e quem pensar o contrário, com todo respeito, precisa de tratamento psiquiátrico.

3 comentários:

Márcio Maciel disse...

Você usando "rauzito" em qualquer lugar é surreal...

Divulga o artigo ae!!

Julio Cesar Chaves disse...

O que eu posso fazer, Márcio, o cara ficou conhecido mundialmente por esse nome, hehe.

O artigo será publicado, calma, paciência.

Anônimo disse...

Gordinho!!
Achei seu blog!! Bacana!

Divulga o artigo ae!!
Beijos

Bruno